BROWN, Dan. O símbolo perdido

Em O sexto sentido, quando o Bruce Willis descobre que estava morto o tempo todo, o espectador fica tão chocado quanto ele, porque a revelação acontece tanto para o personagem quanto para o público, e isso é um requisito básico para tramas de mistério. Aparentemente, Dan Brown é um autor que ou não conhece esse truque ou sabe que ele não serve para seus propósitos de fazer livros arrastados de 500 páginas.

O símbolo perdido é a nova aventura do simbologista Robert Langdon. Na trama, ele viaja repentinamente para Washington, onde precisará desvendar um mistério que envolve a maçonaria e outros grandes segredos para salvar seu amigo Peter Solomon. Para quem detesta o escritor desde a polêmica que criou com O Código da Vinci, não se preocupem: ele dá um jeito de falar sobre a Bíblia nesse livro também.Continua...