A princesa e o sapo

Uma coisa que geralmente se ouve de artistas é que o público mais difícil de todos de se agradar é o infantil. A criançada, que não tem a menor preocupação social em ser agradável, fala que está chato se estiver chato e dá risada se achar engraçado. Assim, se o grupo de crianças que estava na mesma sessão que você aplaude o filme no final, pode ter certeza de que fizeram um bom trabalho.

A princesa e o sapo marca a volta da Disney a produção de animações tradicionais em 2D, em oposição ao 3D que qualquer um consegue fazer num computador doméstico hoje em dia. Na história, somos apresentados a Tiana, a primeira princesa negra da Disney, que sonha continuar o desejo do pai em abrir um restaurante na Nova Orleans do começo do século. A vida dela não anda muito boa, até o dia em que encontra um sapo que diz que precisa de um beijo para voltar a ser príncipe. Imaginando que ali estariam as soluções do seu problema, Tiana aceita o acordo. Problema é que ela acaba virando outro sapo. Continua...