A verdade nua e crua


Ao lado dos filmes de terror com psicopatas que perseguem adolescentes, a comédia romântica é o gênero com as regras mais fixas e sagradas de todo o cinema: você tem uma mocinha e um mocinho, que se detestam logo de cara; depois, eles são obrigados a ficar lado a lado por alguma obrigação, até o momento em que se apaixonam, brigam por alguma questão besta de orgulho e, no final, ficam juntos.

Boas comédias românticas, então, não são aquelas que revolucionam o gênero, mas as que conseguem trabalhar bem com os seus elementos. Em A verdade nua e crua, a mocinha é a graça da Katherine Heigl, uma produtora neurótica de um programa de variedades matinal, enquanto Gerard Leônidas Butler é um sujeito xucro que comanda um programa na tv a cabo chamado “A verdade nua e crua”... Continua...