HORNBY, Nick. Slam

Talvez os romances que eu ainda não li desmintam isso, mas, pelo menos por enquanto, Nick Hornby é o autor das obsessões. Em Alta Fidelidade, Rob Gordon é um sujeito que vive para a música e o cinema, julgando as pessoas não pelo o que elas fazem, mas pelo o que elas gostam. Em Febre de Bola, Hornby explora a própria loucura pelo futebol, capaz de fazê-lo deixar a namorada desmaiada de lado enquanto o Arsenal atacava. Em Slam, o protagonista Sam é obcecado pela própria imaturidade, mesmo sem perceber isso muito bem.

Na história, narrada por Sam, ele está com 16 anos, passa seu dia andando de skate, conversa com um pôster do Tony Hawk na parede do seu quarto e mantém uma relação razoavelmente conflituosa com a mãe, que ficou grávida dele justamente quando tinha 16 anos.Continua...