Crácicos do Cinema #2 - Highlander: o Guerreiro Imortal

Antes da resenha, eu só queria acrescentar um dado pessoal. O nome de exibição do meu pendrive é Highlander, porque ele sofreu todo tipo de coisa (partir ao meio, cair na terra, ser entortado) e ainda continua funcionando. Escrevo isso apenas para dar um exemplo de como a figura do imortal Highlander é icônica na cultura pop.

É uma pena, portanto, que o filme esteja muito, mas muito longe da qualidade que eu imaginava que tivesse, sendo um daqueles exemplos que de coisas que não resistiram bem ao tempo mas, para dizer a verdade, nem na época de seu lançamento devem ter sido boas. Continua...