Trama Internacional

The International (2009). Direção: Tom Tykwer. Com Clive Owen, Naomi Watts, Armin Mueller-Stahl, Ulrich Thomsen; 105min.


Clive Owen é um sujeito de um personagem só: o tipo durão e amargurado que tem que proteger alguém (Filhos da Esperança e Mandando Bala), ou só um tipo durão e amargurado (Closer), ou um tipo durão e amargurado que está envolvido em uma grande conspiração (Duplicidade e, agora, Trama Internacional). Eu acho ele ótimo em todos os papéis, e até hoje não me arrependi de nenhum filme.

Em Trama Internacional, Owen é um agente da Interpol obcecado por acabar com um grande esquema de venda de armas organizado por um banco europeu gigante, com direito a uma ajudinha de Naomi Watts, num filme bastante adulto, sem frescuras digitais e soluções mirabolantes, em que uma investigação é feita com pistas de verdade, não com computadores ultra-modernos.

E enquanto o plano da ação o filme não fica devendo – o tiroteio no museu em Nova York é para arregalar os olhos – o enredo consegue ser bastante sutil na conclusão, que fica muito longe de ser otimista. E desde que continue envolvido em projetos inteligentes como esse, Clive Owen pode fazer a mesma cara todas as vezes que quiser.


Nenhum comentário: