Star Trek

Star Trek (2009). Dir: J.J. Abrams. Com Zachary Quinto, Chris Pine, Leonard Nemoy, Eric Bana, Karl Urban. 127min.

E a temporada de estréias começa muito bem, obrigado.

A moda que invadiu as produções americanas agora é de reiniciar franquias, recontando a história sobre outro ponto de vista para conseguir um público novo e, quase sempre, irritar o antigo. A tentativa da vez é mexer em Star Trek, a saga de filmes que, ao lado de Star Wars, definiu a ficção científica no cinema.

A notícia boa é que este Star Trek é uma história de origem muito bem contada e – essa é a melhor parte – não é uma história de origem! O argumento de J.J. Abrams pega um conceito-chave da ficção científica e amarra a trama de uma forma inteligente e bastante promissora, que na certa consegue gerar novos filmes sem precisar forçar a barra. Star Trek, assim, não é um novo começo: é um outro começo.

Sacadas do roteiro a parte, o elenco super afinado com as novas versões de Kirk e Spock, mais efeitos especiais ótimos criam um senhor filme de verão, com tudo o que ele tem direito: ação, romance, comédia, drama etc. Ponto negativo mesmo só o vilão Nero de Eric Bana, que apesar de ser crucial para a trama, acaba sendo mais um daqueles bandidos cujas intenções jamais ficam claras: a explicação que ele dá para seu desejo de destruir a Terra – porque todo filme de espaço precisa colocar a Terra em risco – é tão avulsa que não é repetida em momento algum.

Sem entrar no mérito do quanto este Star Trek se distancia da série original – os trekkers são reconhecidamente os fãs mais chatos do mundo – o filme cumpre bem seu papel de diversão. Vida longa e próspera! (Eu precisava terminar com essa)




ps: ah claro, eu estou desconsiderando Dragon Ball Evolution e Wolverine como início da temporada. Só porque eles são uma bosta.

Nenhum comentário: