Monstros vs Alienígenas

Monsters vs Aliens (2009). Dir: Rob Letterman. Com as vozes originais de Reese Witherspoon, Hugh Laurie, Rainn Wilson, Kiefer Sutherland, Seth Rogen. 94 min.

Toda vez em que eu vejo um longa de animação que não foi feita pela Pixar, eu venho aqui no blog e escrevo a mesma coisa: a animação é bacana e o filme diverte, mas fica a anos-luz de distância de obras-primas como Wall-E, Ratatouille e Incríveis. Acabei de assistir Monstros vs Alienígenas e acho que vocês já imaginam o que eu irei escrever.

Parece existir uma fórmula óbvia em todos estes filmes: pegue um personagem principal que deixa a desejar, inclua uma porção de coadjuvantes bem mais engraçados, faça algumas referências indiretas a clássicos do cinema e monte um roteiro que não tome mais do que 90 minutos, contendo um começo, um problema, uma reviravolta e um fim.

Monstros vs Alienígenas coloca monstros coletados na terra (uma geléia gigante, o elo perdido e uma barata falante – os coadjuvantes engraçados) para lutar contra um invasor extraterrestre que visa recuperar uma substância poderosa (o roteiro que cabe em 90 minutos); para isso, eles vão contar com a ajuda de Susan, garota que no dia do casamento é atingida por um meteorito e passa a ter 25 metros de altura (o personagem principal sem graça) – e, para completar, montes de referências aos filmes de monstro dos anos 50, além de uma piada de matar de rir envolvendo Contatos Imediatos de Terceiro Grau.

Mais uma vez: Monstros vs Alienígenas não é um filme que irrite, e diverte enquanto está na tela. No fim, sobra a noção nítida de que o abismo entre a Pixar e o resto está cada vez maior.



Nenhum comentário: