Turma da Mônica Jovem - n.2 e n.3

Não comprei o primeiro mangá da Turma da Mônica – e por conseqüência também não comprei o segundo nem o terceiro, mas eu tenho um amigo masoquista que o fez; então ele me emprestou e agora eu vim aqui dizer que a revista continua uma porcaria.

Vale dizer, uma porcaria ligeiramente melhor que a primeira edição, mas é como sair do 1 para 1,03 ou 1,05. Os defeitos originais continuam todos lá: a arte segue pobre e sem qualquer inspiração, o roteiro é o mesmo samba-do-crioulo-doido de antes e a história erra insistentemente de tom.

Para mim, é isso que atravanca o título: ainda não decidiram se Turma da Mônica Jovem será uma história de aventura com toques de humor ou o contrário – e o resultado é uma superposição de quadros que invocam a trama com quadros com piadinhas paralelas, comentários avulsos, etc. Não consigo mesmo entender como é que logo o pessoal do Mauricio de Sousa erra um argumento desses: as grandes sátiras da Turma (Star Wars, por exemplo) conseguem contar uma história bem estruturada recheada de ótimas piadas.

O humor não anda tão baixo assim – confesso até que ri de uma ou outra gracinha auto-referencial, que independente das condições, continuam funcionando. Mas o roteiro, realmente, me parece um caso perdido: para facilitar a organização de uma história de fôlego, optou-se por uma trama comprida e subdividida; assim, a turma tem que ir para quatro dimensões, e em cada dimensão tem que cumprir um número de tarefas, e as vezes estas tarefas consistem em encontrar duas chaves e… em determinados momentos é impossível entender em qual esfera do objetivo se está (o número dois, por exemplo, gasta metade da revista para encontrar as cinco chaves que abrem um baú de uma das dimensões). Falta coragem e solidez no roteiro. E falta bastante para essa revista melhorar no meu conceito
.

3 comentários:

Thiago Augusto disse...

"mas eu tenho um amigo masoquista que o fez"

E continuarei até não ter dinheiro.

Vini, meu caro, eu compro gibis da Marvel. Existem coisas piores na banca do que Mônica Mangá.

Se dúvida, eu te empresto um dos gibis do Homem Aranha pra você.

Arthur Malaspina disse...

Postei minha resenha do nº 3... vê lá!

Arthur Malaspina disse...

Ahhh. realmente o roteiro é de lascar...