Pan americano

E no fim das contas, o Pan está aí, com jeitinho brasileiro. Isto, para quem não sabe, quer dizer que em cima da hora, quando já tinha jogador em quadra, estavam colocando os últimos assentos e terminando de misturar o cimento que ia tapar uma goteira, mas olha só a seleção, que bonito os atletas, e é mais um ouro para o Brasil.

Que o Pan ficou bonito e será lembrado para sempre como um sucesso, isto é fato. O que ninguém pode esquecer é do perrengue e da picaretagem que foram as obras, que aqui e ali deram certo nos últimos instantes. O desejo pela Copa de 2014 fica mais perto – ao mesmo tempo que o problema maior dela cresce ao olhos: o país vai deixar de levar tudo no jeitinho e fazer as coisas com a seriedade necessária? Ou alguém duvida que até 2014 vai estar faltando o placar no estádio minutos antes de começar a partida?

Nenhum comentário: