Nós, os escritores

Por uma dessas coisas do português - e como o português tem coisas - a palavra "escritor" carrega uma marca bastante forte e restrita: escritor é quem escreve livro, quem tem o nome entre parenteses no fim do texto.

Por outro lado, o rótulo de quem tem a simples (!?) habilidade de escrever é alfabetizado, o que me fez pensar numa coisa: que nome tem a gente, que já superou os primeiros degraus da escrita, mas não tem prestígio nem oficialidade nenhuma como "escritores"? Afinal, como raios é essa linha invisível que separa o escritor do mero criador de textos? Porque, se nós levarmos em conta que escrever diários, blogs ou poemas escondidos ou ficção é, em última análise, usar do código escrito para transmitir uma mensagem ao mundo (mesmo que o mundo nunca chegue a ficar sabendo), o que está nos separando do título de escritor, que faz exatamente isso? Talvez a solução estivesse no mérito da qualidade, mas quantos e quantos escritores absolutamente medíocres não estão nos açoitando por aí, com seus textos publicados?

Não sei quanto a vocês, mas eu vou me chamar de escritor daqui para frente. Ou então o português que arrume uma palavra melhor para definir quem tem a mesma intenção dos escritores, sente os mesmo prazeres diante das letras se perfilando, mas que por um motivo ou outro não estão a venda nas livrarias.

3 comentários:

bárbara disse...

Gostei muito do texto! Apoio você, nós só podemos ser escritores, ora!
P.S.: Tenho MSN, sim, mas quase não entro. Vou te adicionar.
(Desculpa por não ter te adicionado antes...)

Ariadne Celinne disse...

\o/
Você já escreve até livro, :P
uhuahuhuauhahu
:P
quando publicar seus escritos, não esquece de avisar a amiguinha coruja aqui.
:D:D:D
:P
\o/
somos escritores sim e se você for ver, a internet possibilita a muitos esse título, afinal nós publicamos, só não ganhamos nada além de prazer :D (ou como eu que só tenho escrito um blog diário desde que as aulas voltaram, ALÍVIO0)
huahuahuahuahu
bjs

Strange Little Girl disse...

Rótulos. Ninguém ousa dizer que é "escritor" se não tem livros publicados ou ganha dinheiro com isso. Assim como uma pessoa não se auto-denomina "pianista" antes de viver disso apesar de ter estudado o instrumento por anos. Parece que tudo isso só tem algum valor com fama e reconhecimento, como se esses trabalhos fossem insignificantes se ninguém os comprasse. Prefiro tentar ignorar o rótulo e concordar com você mesmo. Quem escreve é escritor e fim de conversa! :-)