O Jardineiro Fiel

The Constant Gardener (2005). Dir: Fernando Meirelles. Com Ralph Fieness, Rachel Weizs, Bill Nighy. 129min.

Cidade de Deus entra fácil na minha lista de filmes preferidos - e só por isso Fernando Meirelles já merece a minha atenção, mesmo se dirigir uma máquina de lavar enchendo de água. Lógico, ele foi mais longe do que isso e segurou pelas mãos O jardineiro fiel, um filmaço.

Com direito a Rachel Weiz - alguém entende porque aquela mulher é tão bonita? - esbanjando (e de certa forma apagando o Ralph Phieness, mas que depois melhora), a grande sacada do filme é mesclar de um jeito inteligente a drama da miséria africana sem parecer piegas e demagogo com uma gigante intriga internacional, melhor do que 90% da média de filmes de suspense. O que mais chama a atenção é o destino fadado dos personagens, que por mais que queiram simplesmente não podem escapar - e assim, a opressão sufoca até o osso, quando se pode sentir que o herói vai morrer: nada de milagres, fugas incríveis e essas marmeladas que a gente aceita porque é cinema, e não o Cidade Alerta. Perigo de verdade, de fazer tremer.





Nenhum comentário: